Pages

08 setembro, 2011

Não estou precisando, obrigada.


Há certas horas, em que não precisamos de um Amor. Não precisamos da paixão desmedida. Não queremos beijo na boca. E nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama. Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado. Sem nada dizer. Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar, que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir. Alguém que ria de nossas piadas sem graça. Que ache nossas tristezas as maiores do mundo. Que nos teça elogios sem fim. E que apesar de todas essas mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade inquestionável. Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado. Alguém que nos possa dizer: acho que você está errado, mas estou do seu lado. Ou alguém que apenas diga: sou seu amor! E estou aqui. (Shakespeare)

Shakespeare... tão contraditório, mas exato. Queria eu ter esse mesmo dom de fazer as pessoas entenderem (e aceitarem) as situações com poucas e simples palavras.
Será que sou tão nerd assim? Já que nem mesmo com meia hora de explicação consigo fazer a pessoa entender o que quero? Ou melhor, o que não quero? Onde é que foram parar meus dotes publicitários?
Pronto! Aí eu venho perturbar os leitores do meu blog que não tem nada a ver com isso. ¬¬

4 comentários:

Keel Diniz disse...

Shakespeare sabe 'nos' expressar!!
Eu já tinha pensando por este lado e vc parecia demonstrar pensar assim tbm! Eu entendi sem palavras! hahahahahah
Mas é bom estar só, a cabeça está no lugar, as nuvens não receberão ninguém andando nelas por uns tempos xD

Um amigo, à vezes (e sempre) é tudo o que precisamos! E seus dotes publicitários estão sempre presentes. É só você quem não nota.

Ararinhaaaaaaaaaaa! :*

Keel Diniz disse...

Ah, e vc nem está perturbando ninguém! O blog é seu e você escreve o que lhe der vontade! xD

Ariane (: disse...

Aaaaah Keel... obrigada por estar sempre por aqui. Tô tão chata ultimamente...
Mil beijinhos :*

Keel Diniz disse...

Por nada. Você tá chata, mas ainda dá pra conviver :D Afinal, ser amigo não é só estar presente nas horas boas né?! As horas ruins provam se a pessoa aguenta a outra. hohohoho

Ainda bem que eu tenho paciência! :D