Pages

05 novembro, 2012

Silêncio

Um dia discursa outro dia
E a noite conhecimento
A outra noite distante







Fixos os meus olhos se orientam
Nas estrelas, profundas, Intensas, imensas...

1 comentários:

Keel disse...

Porque você teima em dizer que é fruto de um nada?


Se esse nada você não sabe esconder. Ele existe, Ele é Deus!!

Olha que música linda! Me relembra bons tempos. :')